Um em dois.

Peguei a fita colorida sobre a mesa
e dei um laço naquele sentimento.
Era só pra eu lembrar
(quando algum pensamento audacioso tentar atropelar a beleza
do seu rosto)
do seu jeito lindo de olhar
quando está com sono.

Eu quis que tocasse bossa nova
pra dançar coladinho com você.
Pôr meu rosto no seu rosto
e me perder dentro do salão.
Dar à vida o prazer de viver o nosso amor
sossegado e presente, feito o silêncio.

Fiquei pensando que a vida ia gostar
de se balançar com a gente.
(feito adolescente)
Ia fazer festa para os nossos sorrisos largos
e para os nossos passos curtos
ao ritmo do sentimento que enternece o nosso tempo.




5 comentários:

simone disse...

"Fiquei pensando que a vida ia gostar
de se balançar com a gente.
(feito adolescente)"

Ai, amor, muito lindo!

Uma mulher disse...

Isso sim é um texto que transmite suavidade e delicadeza, é a parte em que o amor é doce e lindo, é o momento em que se transmitido que ainda vale a pena.

beijos menina!!

Erika disse...

"Fiquei pensando que a vida ia gostar
de se balançar com a gente."

Você tá tendo umas sacadas geniais!!!
amei isso aqui!!!


Beijooooooo

Eduardo disse...

"Dar à vida o prazer de viver o nosso amor".

Perfeita essa frase. Moça quando é que vai ser lançado seu livro?
Quero um autografado hein?

bjus moça de escrita sensível e intensa.

C. disse...

tudo muito bonito por aqui, moça!
não vou colocar a frase que mais gostei, pq já citaram aí
aah, brigada pelas visitas, viu?
=]

xêro