Coração danado.

Hoje ele não quer cantar nada que ele saiba de cor.
Hoje ele quer inventar um jeito diferente de cantar
só pra dor do coração se enganar.
Ela atropelou as rimas da canção
e fez a voz dele balançar num ritmo só.
Agora ele tenta, de novo, se equilibrar
que é pro coração parar de chorar.

Mas ele tentou,
ele cantou o que tem que cantar
só pro coração parar de soluçar.
Mas se ele não parar,
ele vai ficar esperando o próximo sorriso passar
que é pra ele sorrir e acompanhar.

Sorriso bonito não pode andar sozinho,
ele sempre diz.
E logo, logo o coração já tá suspirando de novo.
Coração mais danado esse!
E lá vai ele andando todo malandro pela rua
com a gravata posta e chapéu de sambista
olhando pras morenas que passam
que é pra vida ser mais divertida.




Música: Empty shell - Cat Power.
Ouçam Cat Power, por favor.
;)

5 comentários:

disse...

Adorei. Onde que eu encontro as músicas?

O prazer é meu,
Maíra.

simone disse...

"E lá vai ele andando todo malandro pela rua com a gravata posta e chapéu de sambista olhando pras morenas que passam que é pra vida ser mais divertida".

Essa parte é a sua cara, juro que vi e ouvi você dizer isso agora com todas as letras.

Gostei muito, especialmente do final.

Beijos, cat!

Erika disse...

Te contar que eu super me identifiquei.
heiuoheihie

"Sorriso bonito não pode andar sozinho"
Genial e concordo plenamente!

beijo, ana!

Uma mulher disse...

porque o coração tb sorri
ás vezes ele dói tanto que esquecemos disso.
lindo, lindo, lindo!! suavemente doce.
bjos mocinha!

Uma mulher disse...

passou um especial da emy hj na mtv espero q alguém tenha t ligado pra te avisar...bjos