Ou o amor?


hoje eu fiquei para ver os palhaços
com tristes sorrisos na cara – eu ou eles
- se somos os mesmos de sempre?
todos caras-pintadas de amor
malabares no céu da minha boca
acrobacias com cordas no meu pescoço
bamboleando meu corpo no seu
num monociclo, levamos a vida
te convido: vamos fugir com o circo?
da corda bamba, caio em você e te faço um palhaço também.
mas hoje eu fiquei mesmo só para ver os palhaços.
assim,
meio cara de palhaça e a cara inteira borrada.
devo ter um motivo para ser um também
a vida no circo é assim mesmo.


Um comentário:

Frederico Caiafa disse...

Lindo, como a vida, um grande picadeiro de circo. E nós? Atuamos perfeitamente.