Samba do descaso

Lá lá laiá lá laiá 
lá laiá la laiá
ô ô ô ô

Tudo que é demais sobra, Iaiá.
E eu sabia que com a gente também seria assim.
Um dia o orixá me disse:
pra tudo tem que ter equilíbrio, 
porque
Se vira amor, sobra dor.
Se choveu, já gripou.
Esfriou? Cadê meu cobertor?
Se é você, sobra descaso.
E a gente descasou.

Lá lá laiá lá laiá 
lá laiá la laiá
ô ô ô ô

4 comentários:

Rafael Soal disse...

versos bonitos, combinações perfeitas... lindo. essa Ana Luíza nunca me enganou, é mesmo do metiê.

OBS.: musica.

Erika Caroline disse...

Só no samba agora? =)
Gostei!

Cidadão Cão disse...

Guapa, você é um show. Mas tem que conhecer meu filho. Anotaí:
joaogabrielfurbino.blogspot.com e http://www.facebook.com/profile.php?id=100001981973742&sk=info.
Beijoca, bela! E.

Cidadão Cão disse...

Ele é meio chato com umas bobagens que eu acho que tem. Queimando coisas. Mas também é lindo e muito bom homem! Além disso, você é tão bela! E.