A dona dos meus dias.

Ela me sorri com gosto de amor todas as manhãs,
me canta feito um samba de Chico Buarque todas as noites,
me olha escondido todas as madrugadas
e todos os dias,
durante o dia, ela é a minha novidade.

Só ela
me faz derramar palavras num papel.
Só ela
exala o perfume de rosa roubada do jardim ao lado.
Só ela
me despe do passado.

Ela me acorda com um beijo que é só dela
e me faz lembrar de como é lindo cantar alguém.
Ela me coloca no seu compasso
e me solta dentro da sua vida.
E eu, aaah! Eu me perco dentro de tanta delicadeza.

Só ela
me encanta feito dança.
Só ela
me delicia feito o silêncio.
Só ela
tem a presença doce de um amor de domingo.

Só ela, só ela.


Amo você.
Cada vez mais forte.
Ouvindo: Daniela Mercury - Beat lamento.
"Meu coração baticum por você"


5 comentários:

simone disse...

"me olha escondido todas as madrugadas"

Essa é a parte que mais gosto... Amo ficar olhando vc dormir, tem uma carinha linda de menina que me encanta e que me faz ter a vontade de entrar dentro de vc e ficar lá pra sempre.

Erika disse...

Isso tá bem um sambinha!

Faz música disso, Ana!
Bjo!

Eduardo disse...

Ela me coloca no seu compasso
e me solta dentro da sua vida.

Quando amamos alguém e, somos correspondidos, é exatamente assim que a pessoa nos faz sentir, é exatamente assim que queremos sentir, ou nos perder na delicadeza, como você mesma disse.

Uma mulher disse...

isso me parece compasso...
música de amor
e de laço.

lindo,lindo!!um viva ao amor e a sensibilidade...

beijos

Aline disse...

Quem dera se as pessoas tivessem a sensibilidade que um escritor ou um poeta tem! Quem dera se pudessem sentir a dor que eles sentem, ou emoção....
acho que eu possuo um pouco de sensibilidade, mas vc minha querida é a sensibilidade! amo como sempre amei suas palavras.