Suave amor.

Deixa o vento invadir a sala e
balançar a cortina de pano leve.

Deixa o vento espalhar o nosso segredo e
mover as páginas do livro sobre a mesa.

Deixa o vento tocar a nossa pele e
esboçar o nosso sentido.

Deixa o vento espalhar o sentimento e
passear pelos nossos sorrisos.

Deixa o vento ser o que ele é, amor.
Sem pressa, leve, suave.

Suave vento do amor.

Ouvindo: Amy Winehouse - Back to black.



5 comentários:

simone disse...

Ai, amor, achei tão fofo esse texto... Engraçado que dá vontade de ficar lendo, lendo... Ficou simples, lindo e suave...
Beijos, aguigui.

disse...

a música q vc estava ouvindo realmente inspirou...rs Concordo com a Simone, texto suave...
Abração,
Fatinha

Daniella disse...

Lindo!!!

Deixa o vento ser o que ele é, amor.Sem pressa... Gostei desse trecho.
Beijos

marilha disse...

Que liiindooo Ana Luiza,amei!heheee amoorr meu Deus,rs.Ta maravilhoso o texto mt gostoso de ler,eu disse sou fã,sou sua fã escritora!bjao

J.J. disse...

"Deixa o vento invadir a sala e
balançar a cortina de pano leve.

Deixa o vento espalhar o nosso segredo e
mover as páginas do livro sobre a mesa."

Nossa... Eu num tenho muitas palavras sabe... Tenho medo de ficar parecendo babação de ovo mas num é... Vc escreve coisas fantásticas. Este txt, todo ele, me dá vontade de parar o tempo... De poder pausar a vida num momento bom... Adorei msm.
Abraço