Sobre acordar triste III

Tenho dentro de mim um rio
que deságua pelos meus olhos.

5 comentários:

Lara Cervasio disse...

Quantos dias já acordei assim. Quantos!

Hoje tento lutar. Mas nem sempre saio vencedora.

Espero que seja passageiro.

Beijo grande!

Aileen Daw disse...

Pessoa... será q vc não cultiva tristeza demais?

N. Ferreira disse...

Oi Ana... senti um nó no peito ao ler seus últimos textos. Me vi neles. Também tenho acordado como um rio transbordando de angústia. Somos duas Anas, talvez vivamos o mesmo momento... espero encontrar em você inspiração pra acordar o resto dos meus outros dias...
Força, luz.

caminhante disse...

tenho dentro de mim um rio, que não deságua!

Carlos disse...

Sempre chorei no terreno dos sonhos...
Por não querer sair dele.

Sempre sorri na realidade do mundo...
Por saber que vou sair dela.